Balão de ar quente e a força da gravidade

Um balão de ar quente sobe porque causa de sua flutuabilidade. A flutuabilidade é a força ascendente que é exercida sobre o ar quente preso, pois sua densidade é menor que o ar circundante. Se a flutuabilidade for maior que a força da gravidade – ou o peso do balão -, então o balão subirá.

A física básica foge da maioria dos Terraplanistas. Para eles, o fato de um balão de ar quente se levantar é uma “evidência” de que a gravidade não existe. Eles acreditam que as coisas sobem ou descem por causa da densidade. Estão errados.

Mais de uma força pode trabalhar com um objeto ao mesmo tempo. Essas forças podem ter direção e magnitude diferentes. Podemos somar todas as forças para encontrar sua força resultante, e o objeto irá acelerar para o mesmo a direção dessa força resultante.

No caso de um balão de ar quente, existem pelo menos duas forças em ação:

  • Flutuabilidade. Tem direção ascendente. É causada pelo ar quente dentro do balão ter menos densidade que o ar que o rodeia.
  • Força da gravidade. Tem direção descendente. É causado pela aceleração gravitacional exercida pela Terra.

Se a flutuabilidade for maior que a força da gravidade, o balão subirá. Por outro lado, se a força da gravidade for maior que sua flutuabilidade, o balão descerá.

Só porque o balão se eleva para cima, não significa que não há força de gravidade agindo sobre ele. A força da gravidade ainda existe, apenas menor que a força de empuxo exercida sobre o ar quente dentro do balão.

A física de um balão de ar quente é muito bem compreendida. Um balão de ar quente nunca é uma “evidência” da inexistência de gravidade.

Referência