O Brilho do Sol Faz o Sol Parecer Maior

O Sol tem o tamanho angular de aproximadamente 0,53° visto da Terra e é praticamente constante ao longo de um único dia. Mas a luz do sol é muito intensa e resulta em um brilho que envolve o sol. Por causa da intensidade, não podemos distinguir o Sol de seu brilho.

Durante o pôr do sol, a intensidade da luz solar é mais baixa devido ao fato de que a luz solar tem que atravessar a atmosfera da Terra em um ângulo. Por causa da intensidade reduzida, a quantidade de brilho também será reduzida e o Sol pode parecer que está encolhendo.

Os terraplanistas costumam usar esse fenômeno como “evidência” de um sol se afastando durante o pôr do sol. Mas eles estão errados.

O brilho do sol ocorre principalmente devido a uma fonte de luz muito intensa que é muito mais brilhante do que os objetos ao seu redor. Também pode acontecer devido à dispersão na atmosfera. Também pode ocorrer devido a reflexos internos no sistema óptico usado para capturar a cena.

A intensidade do brilho do sol é menor do que a força da luz vinda diretamente do Sol, mas ainda é muito brilhante para nossos olhos distingui-la do próprio sol. É a razão pela qual o Sol e seu brilho aparecem como um único objeto brilhante.

Para observar o Sol sem seu brilho, temos que reduzir a exposição. Mas às vezes, mesmo com as configurações de exposição mais baixas da câmera, não é uma exposição pequena o suficiente para obter uma foto do Sol sem brilho. Para resolver o problema, podemos usar um filtro solar que pode filtrar a maior parte da luz solar.

Tentamos simular o brilho do sol usando um flash de câmera acoplado a um disparador remoto. Para simular a luz do sol, a cabeça do flash é coberta por uma folha perfurada de papel grosso. O brilho pode ser facilmente replicado se o flash estiver definido com brilho suficiente. Podemos fazer o brilho praticamente desaparecer diminuindo a exposição em nove pontos.

Referências