A experiência da água e a bola

A gravidade é a atração entre objetos massivos. Isso quer dizer que quanto maior a massa, maior é a atração gravitacional. A gravidade não se resulta do formato do corpo ou objeto.

Terraplanistas amam realizar o “experimento da água na bola”. Eles jogam água em uma bola e observam que a água não gruda na bola da mesma forma que a água do oceano se curva sobre a superfície da Terra. Eles erroneamente concluiriam que “a gravidade não existe”. Mas a gravidade não tem nada haver com o formato esférico do objeto. Continuar a ler “A experiência da água e a bola”

O Solstício de Dezembro, Quando o Sol Ilumina uma Área Impossível de se Iluminar no Modelo da Terra Plana

O solstício de dezembro ocorre entre os dias 20 e 22 de dezembro, quando o Sol atinge sua excursão mais ao sul. Por volta dessa época, é inverno no hemisfério norte, enquanto é verão no hemisfério sul.

Se tentarmos reproduzir as áreas que estão sendo diurnas e noturnas no chamado “mapa da Terra plana”, o Sol parecerá iluminar uma área impossível de se iluminar nesse modelo, semelhante ao famoso simbolo de morcego do Batman. Isso nos diz que o “mapa da Terra plana” não está de acordo com o mundo real. Continuar a ler “O Solstício de Dezembro, Quando o Sol Ilumina uma Área Impossível de se Iluminar no Modelo da Terra Plana”

Luas de Galileu: prova de que é possível um satélite natural ou não, orbitar um planeta

Júpiter tem quatro grandes luas: Io, Europa, Ganimedes e Calisto. Elas são chamadas de luas de Galileu. Eles são fáceis de observar e foram as primeiras vistas orbitando um planeta diferente da Terra.

Mas os Terraplanistas frequentemente exigem provas de que é possível um corpo orbitar outro corpo. Tudo o que eles precisam fazer é usar um telescópio e observar Júpiter e suas luas. Continuar a ler “Luas de Galileu: prova de que é possível um satélite natural ou não, orbitar um planeta”

Observando a ISS através dos seus trânsitos

Os Terraplanistas negam a existência de satélites. Mas, estão errados. Para provar a existência de satélites, podemos tentar tirar fotos da ISS quando um trânsito da ISS acontece, ou quando a ISS passa em frente ao Sol ou a Lua.

Praticamente todos os satélites são pequenos e estão muito distantes. Tentar ver um satélite é como tentar encontrar um carro em São Paulo quando estamos acima de Ribeirão Preto. No entanto, o ISS é um satélite relativamente grande: é tão grande quanto um campo de futebol. A ISS é grande o suficiente e perto o suficiente para que possamos ver seus detalhes usando um telescópio ou uma câmera com zoom alto, como a P900. Continuar a ler “Observando a ISS através dos seus trânsitos”

Sombras nas nuvens

Antes do nascer do Sol ou depois do pôr do Sol, o Sol está abaixo do horizonte e não é diretamente visível. Mas o céu e as nuvens acima são iluminados porque estão bem acima, e a luz do Sol pode alcançá-los.

Se há uma montanha entre o Sol e as nuvens, o Sol pode iluminar a montanha e projetar sua sombra sobre as nuvens. O modelo da Terra plana assume que o Sol está sempre bem acima, e assim, esse fenômeno não pode ocorrer em uma Terra plana. Continuar a ler “Sombras nas nuvens”

Uma garrafa com água: um objeto simples para observar o mergulho do horizonte

Em muitos vôos, é distribuído ‘ferramentas de nivelamento’ para todos os passageiros de graça, de modo que todos pudessem observar o mergulho do horizonte e provar que a Terra é uma esfera. E como uma boa maneira de saciar nossa sede, é claro!

Tais ferramentas são chamadas de “garrafas de água”. Usando esses simples “instrumentos” em um vôo, podemos demonstrar que a Terra é de fato uma esfera. Continuar a ler “Uma garrafa com água: um objeto simples para observar o mergulho do horizonte”

Caminho do sol

No hemisfério norte, o Sol parece se mover para a direita. No hemisfério sul, parece mover-se para a esquerda. Durante o nascer e o pôr do sol, o caminho do Sol forma um ângulo que corresponde aproximadamente à latitude do observador. Esse fenômeno ocorre porque os observadores nos diferentes locais da superfície da Terra não estão no mesmo plano. Continuar a ler “Caminho do sol”

Estrelas no céu do sul: evidências de que a Terra é um globo

Se olharmos para o sul em qualquer lugar do hemisfério sul, veremos o mesmo conjunto de estrelas. As estrelas são vistas girando em torno do pólo celeste sul, na constelação de Octans, perto da estrela Sigma Octantis.

Este fenômeno é inexplicável no modelo da Terra plana. Olhando para o chamado “mapa da Terra plana”, devemos ver o conjunto diferente de estrelas em localizações diferente no hemisfério sul. A razão é que o chamado “mapa da Terra plana” não representa a Terra real. Continuar a ler “Estrelas no céu do sul: evidências de que a Terra é um globo”

Estrelas circumpolares e não circumpolares

Uma estrela circumpolar é uma estrela, vista de uma determinada latitude na Terra, que nunca se põe abaixo do horizonte devido à sua proximidade aparente de um dos polos celestes. Estrelas circumpolares ficam lá no céu, mesmo durante o dia.

Os Terraplanistas afirmam que a Terra é estacionária porque as mesmas estrelas são sempre visíveis no céu. Mas eles estão errados. Apenas estrelas circumpolares estão sempre no céu. Há outros que não são circumpolares. Alguns só são visíveis durante certos períodos do ano. Continuar a ler “Estrelas circumpolares e não circumpolares”

Polaris não é estacionária no céu

Polaris é uma estrela brilhante próxima do pólo celeste norte. Atualmente, Polaris está a apenas 0,74 ° do pólo celeste norte e a única estrela visível a olho nu que fica perto do pólo celeste. É por isso que o Polaris é popular ponto de referência para navegação no hemisfério norte.

Alguns Terraplanistas acreditam que Polaris é estacionária e que é uma “estrela central” porque outras estrelas estão em movimento em torno dela. Eles tomaram isso como “evidência” de que a Terra está imóvel. Mas obviamente estão errados. Polaris é apenas uma estrela regular, assim como qualquer outra. Continuar a ler “Polaris não é estacionária no céu”

Visibilidade do Sol em uma Terra Plana

Se a Terra fosse plana, então o Sol teria que ser visível acima do horizonte o tempo todo, de todos os lugares da Terra. Mas isso não ocorre, e o simples fato deveria ter sido suficiente para excluir qualquer possibilidade de uma Terra plana.

Mas, em vez disso, os Terraplanistas criaram várias cadeias complicadas de hipóteses ad-hoc e as apresentaram como “explicações” para evitar que o modelo da Terra plana seja falso. Nenhuma das “explicações” é comprovada nem corresponde ao modo como o mundo funciona. Continuar a ler “Visibilidade do Sol em uma Terra Plana”

A duração do dia e da noite no modelo da Terra Plana

A maioria dos modelos da Terra plana coloca o Oceano Ártico no meio da Terra plana, e a Antártida na borda dele. O Sol é retratado flutuando e se movendo em um círculo acima dele. A área de luz do Sol é limitada a uma área circular abaixo dela, como um holofote.

Um problema: uma simples observação dos ciclos diurno e noturno em uma área diferente do mundo não pode ser explicada neste modelo de Terra plana. Continuar a ler “A duração do dia e da noite no modelo da Terra Plana”

Os experimentos e teorias de Einstein

Albert Einstein usou experimentos  como uma ferramentas para formular suas teorias. Suas teorias forneceram previsões que podem ser testadas em experimentos. Ele não realizou a observação e experimentou a sozinho. Outros cientistas fizeram e confirmaram suas teorias.

Alguns Terraplanistas desconsideram as teorias de Einstein – especialmente aquelas sobre a gravidade – com base no fato de que elas são baseadas em experimentos idealizados. Mas eles estão errados. Suas teorias foram repetidamente confirmadas por vários experimentos e observações realizadas por muitos. Continuar a ler “Os experimentos e teorias de Einstein”

Peso = Força Gravitacional

O peso de um objeto é a força exercida sobre o objeto pela gravidade. A força gravitacional exercida pela Terra sobre um objeto é o que chamamos de “peso”.

Muitos Terraplanistas não compreendem que a força gravitacional é apenas outro nome para “peso”. Isso é mais um dos equívocos da comunidade de vítimas da desenformação que é a Terra plana. Continuar a ler “Peso = Força Gravitacional”

O tamanho aparente da lua

O tamanho aparente da Lua permanece constante em um único dia. Isso só pode acontecer se a Lua estiver praticamente à mesma distância o dia todo.

No modelo da Terra plana, acredita-se que a Lua esteja se movendo em um círculo acima da Terra plana. Se a Terra fosse plana, o tamanho aparente da Lua variaria de tamanho em um dia. No entanto, na realidade, a Lua aparece no mesmo tamanho durante todo o dia e prova que o modelo da Terra plana não está de acordo com a realidade e que a Lua está muito mais distante do que eles acham. Continuar a ler “O tamanho aparente da lua”

Observações de manchas solares de vários locais na Terra

As manchas solares são manchas mais escuras na superfície do sol. O local onde as manchas solares aparecem é imprevisível, mas a aparência das manchas solares é sempre a mesma quando observada de qualquer lugar na Terra; somente a posição é diferente na localização diferente do observador. Observadores na posição oposta da Terra verão as manchas solares invertidas. A razão é que a Terra é uma esfera. Quaisquer dois observadores na superfície da Terra não estão em uma Terra plana. Continuar a ler “Observações de manchas solares de vários locais na Terra”