A Filosofia do CGI

Quando uma foto da Terra esférica é apresentada para os Terraplanistas, eles a classificam como CGI em um piscar de olhos; mesmo que eles não tenham feito nenhuma análise. Eles fazem isso porque sua crença na Terra plana é baseada em evidências, e qualquer evidência contrária ao que eles acreditam precisa ser invalidada, não importa como.

Eles estão tão acostumados a fazer isso, que as vezes isso se torna confuso para si mesmos, a ponto de darem o menor indício de manipulação digital de qualquer imagem da Terra como evidência da Terra plana.

Essa é uma falácia lógica de apelo a ignorância. Os Terraplanistas afirmam que a Terra é plana porque (segundo eles) não há evidência (que eles possam aceitar) que diga o contrário. Não há necessidade de provar uma Terra plana, porque (eles assumem que) não há evidências de que a Terra seja esférica.

Além das imagens da Terra, eles fariam o mesmo com qualquer vídeo com time lapse do sol da meia-noite na antártica, imagens com longa exposição que mostram a trilha das estrelas no hemisfério sul, fotos de torres de energia seguindo um caminho curvo e outras fotos contrárias às suas crenças. Qualquer menor imperfeição será “dissecada” sob escrutínio; ao ponto de que, se aplicássemos essas “críticas” a qualquer imagem de qualquer coisa, seria muito fácil “provar” que elas são falsas.

Todos admitiriam que fotos da Via Láctea vistas do topo são CGI, ninguém diria o contrário. Na verdade, nunca saímos da Via Láctea, e não é possível tirar uma foto real de fora dela. Para os Terraplanistas, o fato de essas imagens terem sido criadas a partir do CGI é uma “evidência” de que a Via Láctea não existe.

O fato de uma fotografia da Terra ter sido feita a partir de CGI só pode ser usado para desqualificar a foto em questão da longa lista de evidências que sustentam a Terra esférica. Mas nunca provam uma Terra plana.

A ausência de evidência não é evidência de ausência.

Referências