Terraplanistas Evitam Desafios e Ignoram Ofertas de Remuneração

Os terraplanistas gostam de ignorar as evidências da Terra esférica como sendo falsas. Mas se os desafiarmos a ver por si mesmos as provas, eles irão evitar isso. Até mesmo se fazerem vista grossa a ofertas para compensá-los se sua alegação de evidências falsas estiver correta.

Isso é uma forma de ignorância intencional. Bem no fundo, os terraplanistas não têm certeza se a Terra é realmente plana, ou mesmo subconscientemente entendem que a Terra é esférica, mas eles acreditam em uma Terra plana por ter um afeto emocional por ela. Não querendo abandonar sua crença, eles propositalmente ignoram qualquer evidência contra a Terra plana. Continue lendo “Terraplanistas Evitam Desafios e Ignoram Ofertas de Remuneração”

Pareidolia

Pareidolia é a tendência à percepção incorreta de um estímulo como um objeto, padrão ou significado conhecido pelo observador, como ver formas em nuvens, objetos inanimados ou padrões abstratos.

Terraplanistas gostam de encontrar formas, padrões ou significados em fenômenos naturais aleatórios, figuras abstratas ou figuras em um contexto não relacionado. Então, eles os usariam como “evidência” de alguma má conduta. Na verdade, isso é apenas um efeito da pareidolia, dando-lhes ideias falsas. Eles não são evidência de nada. Continue lendo “Pareidolia”

Dissonância cognitiva

A dissonância cognitiva é o desconforto mental experimentado por uma pessoa que mantém simultaneamente duas ou mais crenças contraditórias.

A dissonância cognitiva geralmente ocorre com os Terraplanistas quando são confrontados com fatos e evidências que mostram que a Terra é esférica. Continue lendo “Dissonância cognitiva”

Apelo ao ridículo

O apelo ao ridículo é uma falácia que apresenta os argumentos dos oponentes como absurdos, ridículos ou engraçados, tornando o oponente e seus argumentos o objeto de uma piada.

A Terra Plana carece de bases científicas, e os Terraplanistas não têm escolha e geralmente acabam cometendo o apelo ao ridículo em algum momento. Por outro lado, argumentos científicos reais são feitos sem ridicularizar os argumentos de outros. Continue lendo “Apelo ao ridículo”

Priming: Como Terraplanistas levam suas vítimas a acreditar em coisas que não estão lá

Priming é uma maneira pela qual a exposição à informação inicial influencia o comportamento de um indivíduo mais tarde, sem que ele tenha consciência disso. Os Terraplanistas empregam essa técnica para instilar preconceitos e opiniões específicas na mente de seus alvos e, por exemplo, para levá-los a acreditar que todas as filmagens feitas no espaço foram falsificadas.

Se alguém quiser espalhar as loucuras dos Terraplanistas para outras pessoas, elas precisarão “explicar” a existência de fotos e vídeos tirados do espaço. Não há outra maneira senão inventar uma teoria da conspiração: eles têm que assumir que agências espaciais, astronautas e outras partes relacionadas estão mentindo. Continue lendo “Priming: Como Terraplanistas levam suas vítimas a acreditar em coisas que não estão lá”

Argumento da Incredulidade

argumento da incredulidade ocorre quando alguém se recusa a aceitar um argumento simplesmente porque não pode entendê-lo. Essa é uma falácia lógica usada com muita frequência pelos Terraplanistas.

A forma geral da falácia:

  • Premissa 1: não consigo entender como X pode acontecer
  • Premissa 2 (não declarado): Se X acontecer, posso entender como isso pode acontecer
  • Conclusão: X é falso.

Continue lendo “Argumento da Incredulidade”

Projeção Psicológica

Por que acreditamos em teorias da conspiração? Segundo uma pesquisa, uma das razões é a chamada “projeção psicológica”.

“Projeção psicológica” é um fenômeno em que alguém nega suas atitudes ou traços e assume, em vez disso, que os outros o fazem. Eles vêem suas qualidades negativas nos outros, mesmo quando as características negativas não estão presentes nos outros acusados. Continue lendo “Projeção Psicológica”