Terra Plana e a Falácia do Fato isolado

Terraplanistas muitas vezes cometem a falácia da “Generalização precipitada”. Eles tirariam uma conclusão com base em uma amostra limitada. Às vezes eles chegam a tirar a conclusão com base em um caso isolado, e isso se torna a falácia do “fato solitário”.

Além disso, eles escolheriam deliberadamente casos que apóiam sua posição e os usariam para refutar os outros casos que são contra sua posição. Continuar a ler “Terra Plana e a Falácia do Fato isolado”

Os experimentos e teorias de Einstein

Albert Einstein usou experimentos  como uma ferramentas para formular suas teorias. Suas teorias forneceram previsões que podem ser testadas em experimentos. Ele não realizou a observação e experimentou a sozinho. Outros cientistas fizeram e confirmaram suas teorias.

Alguns Terraplanistas desconsideram as teorias de Einstein – especialmente aquelas sobre a gravidade – com base no fato de que elas são baseadas em experimentos idealizados. Mas eles estão errados. Suas teorias foram repetidamente confirmadas por vários experimentos e observações realizadas por muitos. Continuar a ler “Os experimentos e teorias de Einstein”

Fotos compostas da terra

A NASA publicou várias fotos da Terra que são compostas. Isso significa que as imagens são uma combinação de muitas imagens em uma única imagem. Na maioria dos casos, as fotos originais foram tiradas de satélites de baixa órbita para obter imagens de maior resolução da Terra.

Terraplanistas descobriram que as fotos são compostas e afirmaram ter exposto “mais uma evidência” de irregularidades. Eles publicariam essas “descobertas” em todos os lugares afim de ‘comover alguém’. Mas obviamente estão errados. Ninguém está cobrindo o fato de que as imagens são compostas e não há intenção de enganar com isso. A informação de que as fotos são compostas pode ser  encontrada no site da NASA, muito antes da alegada “descoberta” pelos Terraplanistas. Continuar a ler “Fotos compostas da terra”

Conspiração Global

Alguns Terraplanistas usam a chamada conspiração global como uma “saída de emergência”, a fim de abandonar um argumento perdido sem ter que parecer perdido.

Ao serem encurralados, alguns Terraplanistas sempre dirão que a “teoria da Terra plana” é um estudo em progresso, é normal que ela esteja incompleta, por enquanto. “Mas,” é inevitável que eles sempre dirão que “o mais importante é descobrir a conspiração global e salvar o mundo desses poucos inescrupulosos!” Continuar a ler “Conspiração Global”

Argumento da Incredulidade

argumento da incredulidade ocorre quando alguém se recusa a aceitar um argumento simplesmente porque não pode entendê-lo. Essa é uma falácia lógica usada com muita frequência pelos Terraplanistas.

A forma geral da falácia:

  • Premissa 1: não consigo entender como X pode acontecer
  • Premissa 2 (não declarado): Se X acontecer, posso entender como isso pode acontecer
  • Conclusão: X é falso.

Continuar a ler “Argumento da Incredulidade”

Viés de confirmação

Os seres humanos têm vieses cognitivos que podem afetar nossos argumentos. Um desses vieses cognitivos é o viés de confirmação. Devido ao viés de confirmação, tendemos a buscar as informações que confirmam nossas crenças pré-existentes.

O viés de confirmação é um fato, e todos os humanos o têm. O viés de confirmação pode resultar em diferentes opiniões subjetivas de um assunto diferente. Uma característica de qualquer pseudociência – como o conceito de Terra plana – é que eles não tentam minimizar o viés de confirmação, mas na verdade o encorajam. Continuar a ler “Viés de confirmação”

As longas cadeias de hipóteses ad-hoc para defender a Terra plana

O modelo da Terra plana sobrevive não porque a Terra é plana, mas porque toda vez que um problema é encontrado, seus proponentes inventariam rapidamente uma hipótese ad-hoc para explicar o problema. Caso descobrirem outro problema em uma dessas hipóteses ad-hoc, ficariam felizes em inventar outra hipótese ad-hoc para explicar o novo problema. E assim por diante.

Essas hipóteses ad-hoc estão aí para salvar sua crença central – de que a Terra é plana – de parecer falsa. Continuar a ler “As longas cadeias de hipóteses ad-hoc para defender a Terra plana”

“Behind the Curve”: a experiência para “refutar” a curvatura da Terra

Featured Video Play Icon

“Behind the Curve” é um documentário que mostra os bastidores da comunidade da Terra plana nos Estados Unidos, pouco antes de uma conferência sobre a Terra plana. Em uma cena, o filme mostra como um Terraplanista tentava refutar a curvatura usando uma série de experimentos visuais. O resultado indica claramente as curvas da superfície, mas ele não estava disposto a aceitar o fato.

Ao lado de um canal, ele colocou dois paineis separadas um do outro. Ele fez um buraco em cada painel. Em seguida, ele coloca uma câmera a uma distância de uma das placas e alinhou a câmera com os dois orifícios usando a luz para que eles fiquem em linha reta. Do outro lado do local distante onde se encontrava o segundo painel, ele pediu a seu amigo que segurasse uma lampalâ. Se a luz estiver a 17 pés (5 metros) acima da água, a Terra é plana. Continuar a ler ““Behind the Curve”: a experiência para “refutar” a curvatura da Terra”

“Behind the Curve”: o experimento do giroscópio de anel de laser

Featured Video Play Icon

“Behind the Curve” é um documentário que mostra os bastidores do que acontece na comunidade da Terra plana nos Estados Unidos, pouco antes de uma conferência sobre a Terra plana. Em uma cena, o filme mostra como um Terraplanista fez um experimento envolvendo um giroscópio de anel de laser, que provou a mesma coisa que ele tentou refutar: a rotação da Terra; e que ele não estava disposto a aceitar o resultado.

Ele foi capaz de formular uma hipótese decente: se a Terra está dando uma volta a cada 24 horas, isso significa que a cada hora ele tem que girar 15 °. Se um giroscópio estiver montado em qualquer lugar da Terra, ele também vai se mover e irá identificar o giro de 15°. Um giroscópio de laser de anel é muito preciso e deve ser capaz de detectar a rotação da Terra se ela existir. Continuar a ler ““Behind the Curve”: o experimento do giroscópio de anel de laser”

Apelo ao CGI: segunda forma

Outra falácia relacionada à CGI regularmente cometida por Teraplanistas, tem a forma geral de:

  • Observação: não há foto ou vídeo do objeto ‘X’ que não seja feito com CGI.
  • Conclusão: ‘X’ não existe.

Isso é inválido por dois motivos:

  1. Um objeto real ainda é real, mesmo que ninguém tenha tirado uma foto dele.
  2. A premissa em si pode ser inválida porque pode haver alguém que tenha uma foto do objeto, e o perpetrador da falácia simplesmente não tem consciência de sua existência.

Continuar a ler “Apelo ao CGI: segunda forma”

Apelo ao CGI: primeira forma

Uma falácia lógica comumente cometida pelas vítimas da ideologia da Terra plana é relacionada ao CGI. CGI – ou imagens de computação gráfica – é o uso de computadores para produzir imagens ou vídeos realistas.

Como essa falácia é muito comum entre os Terraplanistas, vamos dar a ela o nome “apelo ao CGI”. Seu argumento tem a forma geral de:

  • Observação: uma foto ou vídeo de um objeto ‘X’ é feito com CGI
  • Conclusão: ‘X’ não existe.

Continuar a ler “Apelo ao CGI: primeira forma”

A Filosofia do CGI

Quando uma foto da Terra esférica é apresentada para os Terraplanistas, eles a classificam como CGI em um piscar de olhos; mesmo que eles não tenham feito nenhuma análise. Eles fazem isso porque sua crença na Terra plana é baseada em evidências, e qualquer evidência contrária ao que eles acreditam precisa ser invalidada, não importa como.

Eles estão tão acostumados a fazer isso, que as vezes isso se torna confuso para si mesmos, a ponto de darem o menor indício de manipulação digital de qualquer imagem da Terra como evidência da Terra plana. Continuar a ler “A Filosofia do CGI”