Um copo de água

A superfície da água em um copo de água é praticamente plana. Alguns Terraplanistas afirmam que essa é uma “evidência” de que a superfície da água é plana e sempre será plana, não importando a largura do recipiente. Mas eles estão enganados.

Se a Terra for uma esfera com um raio de 6371 km (3960 milhas), a superfície da água em um copo de 10 cm de largura terá uma protuberância de 0,00000002 cm como resultado da gravidade, excluindo outros efeitos como a tensão superficial. Continue lendo “Um copo de água”

Teorema das cascas esféricas

O teorema das cascas esféricas é uma simplificação afirmando que um corpo esférico afeta objetos gravitacionais como se toda a sua massa estivesse concentrada em um ponto no centro.

A direção da gravidade da Terra em direção ao centro da Terra fez com que alguns Terraplanistas assumissem que pensamos que a gravidade é causada por algo no centro e que nossa incapacidade de ir para lá “desaprova” a gravidade. Mas eles estão enganados. A gravidade da Terra é o resultado de toda a massa da Terra. Usar o centro da Terra é apenas uma simplificação. Continue lendo “Teorema das cascas esféricas”

Netuno e a Lei da Gravitação Universal de Newton

Ao contrário de outros planetas encontrados pela observação empírica, Netuno foi encontrado pela previsão matemática envolvendo a lei da gravitação universal de Newton.

Em 1821, Alexis Bouvard calculou a posição orbital de Urano no futuro, usando a lei de movimento e gravitação de Newton. Mas, de acordo com a observação real, a órbita era um pouco diferente da posição esperada, levando Bouvard a prever a existência de um corpo celeste desconhecido que perturba a órbita de Urano. Continue lendo “Netuno e a Lei da Gravitação Universal de Newton”

Flutuabilidade

A flutuabilidade é uma força ascendente exercida por um fluido (líquido ou gás) que se opõe ao peso de um objeto imerso. A flutuabilidade ocorre porque o fluido tem um gradiente de pressão. O gradiente de pressão ocorre porque o fluido é afetado pela aceleração, como a aceleração gravitacional da Terra.

Terraplanistas fazem da flutuabilidade uma “explicação” de como as coisas caem. Ma eles estão enganados. Sem a aceleração gravitacional da Terra, a flutuabilidade não ocorrerá. Continue lendo “Flutuabilidade”

Os “experimentos” feito por Terraplanistas

Featured Video Play Icon

Muitas vezes vemos os Terraplanistas criarem um “modelo físico miniaturizado” de um objeto real e os apresentam como “prova” em apoio à Terra plana. Seu objetivo é observar se o modelo remotamente se assemelha ao objeto real de uma maneira particular. Se isso acontecer, então é suficiente para eles concluírem que o modelo descreve como o objeto real funciona.

Por outro lado, se um objeto real não puder ser miniaturizado e ainda tiver o mesmo comportamento que o objeto original, eles concluirão que o comportamento do objeto original não existe. Continue lendo “Os “experimentos” feito por Terraplanistas”

O experimento de Cavendish

O experimento de Cavendish foi o primeiro experimento a medir a força da gravidade entre as massas em um laboratório e o primeiro a produzir valores precisos para a constante gravitacional.

Terraplanistas fazem um esforço constante para tentar refutar o experimento de Cavendish. Eles inventaram várias “explicações” para “explicar” o resultado dos experimentos. No entanto, o experimento não foi feito apenas uma vez por Henry Cavendish em 1797-1798, foi replicado inúmeras vezes por várias pessoas independentes durante séculos, todos produzindo resultados consistentes. Continue lendo “O experimento de Cavendish”

A Variação da Aceleração Gravitacional da Terra

A gravidade da Terra varia em diferentes localizações na Terra. A variação é causada pela diferença de latitude, altitude ou profundidade, geologia, local e topografia. Na maioria dos casos, a aceleração centrífuga da rotação da Terra também já é explicada com o valor da aceleração gravitacional da Terra.

Os Terraplanistas afirmam que, de acordo com a ciência, a aceleração gravitacional da Terra é sempre constante a 9,8 m / s² em toda a Terra. E eles estão usando isso para provar que a Terra não é uma esfera rotativa. Na verdade, a magnitude da aceleração gravitacional da Terra varia em diferentes locais na Terra. Continue lendo “A Variação da Aceleração Gravitacional da Terra”

A experiência da água e a bola

A gravidade é a atração entre objetos massivos. Isso quer dizer que quanto maior a massa, maior é a atração gravitacional. A gravidade não se resulta do formato do corpo ou objeto.

Terraplanistas amam realizar o “experimento da água na bola”. Eles jogam água em uma bola e observam que a água não gruda na bola da mesma forma que a água do oceano se curva sobre a superfície da Terra. Eles erroneamente concluiriam que “a gravidade não existe”. Mas a gravidade não tem nada haver com o formato esférico do objeto. Continue lendo “A experiência da água e a bola”

Manutenção de uma estação orbital

Um satélite em uma órbita alta o suficiente pode permanecer operacional por um tempo muito longo, pois no espaço praticamente não há resistência do ar. Essa é uma situação que nunca ocorre em nossa vida cotidiana. Um carro requer um consumo constante de combustível para continuar funcionando, mas um satélite pode permanecer em movimento sem consumir qualquer combustível porque praticamente não há força para pará-lo.

Os Terraplanistas afirmam que os satélites não podem permanecer lá por muito tempo, porque “eles não são reabastecidos”. Mas obviamente eles estão errados. No espaço, praticamente não há arrasto, e os satélites só precisam consumir combustível para ajustar sua velocidade periodicamente. Continue lendo “Manutenção de uma estação orbital”

Queda livre

As coisas caem por causa da gravidade. A massa da Terra faz com que tudo caia a 9,8 m / s² perto da superfície da Terra. Essa constante é chamada de ‘aceleração gravitacional’ e geralmente denotada por ‘g’.

A maioria dos Terraplanistas negam a existência da gravidade. Segundo eles, as coisas caem por causa da densidade ou da flutuabilidade, não por causa da gravidade. Mas eles estão errados. Continue lendo “Queda livre”

Equipotencial: uma propriedade superficial da água

A gravidade faz com que a água procure o menor potencial, o que pode ser simplificado como a posição mais próxima possível do centro de gravidade da Terra. Como resultado, a superfície da água terá uma superfície equipotencial e formará uma superfície aproximadamente esférica que tem o mesmo centro que a Terra. Cada local ao longo da superfície tem o mesmo potencial.

Terraplanistas insistem que a água é sempre plana porque é o que observam. Eles concluiriam que a superfície da água é sempre plana, não importa o tamanho do recipiente. Tomar tal conclusão é uma extrapolação grosseira e excessiva. Continue lendo “Equipotencial: uma propriedade superficial da água”

Os experimentos e teorias de Einstein

Albert Einstein usou experimentos  como uma ferramentas para formular suas teorias. Suas teorias forneceram previsões que podem ser testadas em experimentos. Ele não realizou a observação e experimentou a sozinho. Outros cientistas fizeram e confirmaram suas teorias.

Alguns Terraplanistas desconsideram as teorias de Einstein – especialmente aquelas sobre a gravidade – com base no fato de que elas são baseadas em experimentos idealizados. Mas eles estão errados. Suas teorias foram repetidamente confirmadas por vários experimentos e observações realizadas por muitos. Continue lendo “Os experimentos e teorias de Einstein”

Peso = Força Gravitacional

O peso de um objeto é a força exercida sobre o objeto pela gravidade. A força gravitacional exercida pela Terra sobre um objeto é o que chamamos de “peso”.

Muitos Terraplanistas não compreendem que a força gravitacional é apenas outro nome para “peso”. Isso é mais um dos equívocos da comunidade de vítimas da desenformação que é a Terra plana. Continue lendo “Peso = Força Gravitacional”

Balão de ar quente e a força da gravidade

Um balão de ar quente sobe porque causa de sua flutuabilidade. A flutuabilidade é a força ascendente que é exercida sobre o ar quente preso, pois sua densidade é menor que o ar circundante. Se a flutuabilidade for maior que a força da gravidade – ou o peso do balão -, então o balão subirá.

A física básica foge da maioria dos Terraplanistas. Para eles, o fato de um balão de ar quente se levantar é uma “evidência” de que a gravidade não existe. Eles acreditam que as coisas sobem ou descem por causa da densidade. Mas eles estão enganados. Continue lendo “Balão de ar quente e a força da gravidade”

Maré

O que causa as marés?

As marés são o resultado da diferença nas forças gravitacionais exercidas pela Lua e pelo Sol em um local diferente na Terra. Isso acontece porque a distância até a Lua ou o Sol não é a mesma em partes diferentes da Terra.

Uma localização na Terra mais próxima da Lua experimentará maiores forças gravitacionais da Lua. E, inversamente, uma posição mais distante da Lua experimentará forças gravitacionais menores da Lua. Continue lendo “Maré”

Isaac Newton e a lei da gravitação universal

Isaac Newton formulou a lei da gravitação universal que explicava o movimento de todos os corpos celestes no espaço conhecido em sua época. Além disso, ele demonstrou que é a mesma lei que faz com que os corpos celestes caem todo dia na Terra.

Newton escreveu que não foi capaz de descobrir a razão do fenômeno da gravidade. Terraplanistas usam isso como “prova” de que ele mentiu e ele não sabia nada sobre a gravidade, e que a gravidade era uma mera invenção. Ma eles estão errados. A gravidade explica adequadamente o movimento de todos os corpos celestes e o fato de que objetos assim estão caindo na Terra diariamente. Newton simplesmente só não sabia o que está causando isso. Continue lendo “Isaac Newton e a lei da gravitação universal”